Proteja suas criancas da pedofilia na internet

Um tema que vem dominando os noticiários no momento é a pedofilia. O pior dos crimes contra o menos é caracterizado pelo sadismo e pela covardia. É inadmissível que um ser humano possa tratar mal uma criança, totalmente indefesa. Segue algumas dicas para evitar que sua criança possa ser atraída por estes criminosos:

  • Coloque o computador que estará conectado na Internet numa área de uso comum.
  • Envolva-se: peça às crianças para mostrarem-lhe como o computador funciona e como é utilizado na escola; participe em sessões de chat, Messenger e ICQ.
  • Estabeleça um acordo com as crianças acerca dos conteúdos e informações que não poderão ser buscadas – sexo, racismo, violência, palavrões, pornografia.
  • Defina um tempo máximo de acesso à Internet. Diga às crianças que escrevam e leiam seus e-mails off-line. Desconfie se a criança passar mais de duas horas diante do computador.
  • Discuta a respeito do download de arquivos – esteja ciente que é possível receber arquivos infectados por vírus de computador. É recomendável não fazer download de arquivos de uma fonte desconhecida.
  • Encoraje as crianças a relatarem sobre textos, imagens ou mensagens perturbadoras às quais elas tiveram acesso usando a Internet ou que foram recebidas por e-mail. Defina conseqüências detalhadas caso a criança visite deliberadamente sites inadequados, mas nunca as puna por acessos acidentais. Abertura e diálogo funcionam melhor do que censura e silêncio.
  • Explique às crianças que senhas, endereços, números de cartões de crédito, números de telefones e e-mails são informações pessoais e nunca devem ser dados a ninguém via Internet.
  • Ensine também às crianças a evitarem o envio público, especialmente em salas de Chat e serviços de mensagens instantâneas, de qualquer informação de caráter pessoal que sirva para identificá-las e expor seus hábitos de vida (escola onde estuda, local de trabalho dos pais, rotina diária, etc.) Estas informações podem ser perigosas na mão de pessoas mal intencionadas.
  • Explique às crianças que nem todos na Internet são quem dizem ser. A criança nunca deve marcar um encontro com alguém da Internet sem antes obter a autorização dos pais. Predadores de crianças tentam fazer com que suas vítimas pensem que eles são amigos confiáveis e muitas vezes se fazem passar por crianças.
  • Mesmo com a autorização dos pais, se a criança for encontrar alguém que conheceu na internet, deve marcar o encontro para um local público e ir acompanhada de um adulto responsável.
  • Conheça os amigos virtuais das crianças. É possível estabelecer relações benéficas na internet, mas é preciso lembrar que existem muitas pessoas com más intenções.
  • Contate seu provedor de internet e descubra outras medidas de segurança disponíveis e como usá-las num computador doméstico ou nos computadores da escola.
  • Se necessário, opte por programas que filtram e bloqueiam sites. Encontre um que se ajuste às regras estabelecidas.

Denuncie sempre que encontrar casos de pedofilia na internet. Alguns canais disponíveis são:

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *