Piratas invadem site do governo da Indonésia

O site do ministro da informação da Indonésia foi invadido nesta quinta (27) depois que o governo aprovou um projeto de lei antipirataria no país.

A lei aprovada nesta terça (25) prevê seis anos de prisão ou multa equivalente a US$ 109 a quem usar internet para transmitir material pornográfico, notícias falsas ou mensagens de ódio de conteúdo racial ou religioso.

hacker

Na quinta (27), o site do ministro da informação (www.depkominfo.go.id) foi invadido e “batizado” com a mensagem: “Provem que a lei não foi feita para camuflar a estupidez do governo”. A mensagem foi acompanhada de uma montagem fotográfica envolvendo um consultor de tecnologia local que teria auxiliado o governo na criação da lei.

A mensagem foi removida e o site está funcionando normalmente, segundo Gatot Broto, assessor do ministro, que atribui a invasão a piratas virtuais. O Ministério diz que a lei é “resultado das preocupações com o impacto negativo de sites violentos e pornográficos”, cujo acesso na Indonésia estaria crescendo.

O país do sudeste asiático atravessa um longo debate sobre pornografia nos últimos anos, expondo profundas divisões da nação de maioria muçulmana. Discussões anteriores levantavam a hipótese de prender pessoas por beijar em público e tornar crime diversas manifestações artísticas ou culturais que tivessem relação com a sensualidade.

Via: G1

[secvitrine/informatica-livros/22577]

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *