Inventor do miojo é destaque na home do Google

Inventor do miojo é destaque na home do Google. O pioneiro taiwanês Gô Peh-hok (que mais tarde adotou o nome de Momofuku Ando), criou um alimento de bastante sucesso.

O tradicional macarrão instantâneo, foi elaborado após inúmeras tentativas, em 25 de Agosto de 1958. Era o início do sucesso de um processo que tinha como método “a fritura relâmpago”. Assim, em poucos minutos o alimento estaria pronto.

Anos mais tarde, relatou em sua biografia, que a invenção surgiu da necessidade por alimentos de baixo custo e fácil preparo. Ainda nos tempos pós guerra, via longas filas longas de pessoas, esperando por sopas de fios de massa.

Inventor do miojo

Sucesso ao inventor do miojo

O miojo impulsionou o crescimento da empresa de Ando pelo mundo. A Nissin Foods exportou o processo de fabricação para outras partes do planeta. Tornou o produto bastante popular também no ocidente.

Em 2005, o alimento chegou ao espaço, levado pelo astronauta japonês Soichi Noguchi. A bordo da Discovery, saciava sua fome com generosas porções da iguaria alimentar. Sem dúvida, sucesso universal para um produto considerado tão simples.

Ando faleceu em 5 de janeiro de 2007, aos 96 anos. O inventor do miojo deixou seu legado para a indústria da alimentação. Produto para as massas, fácil de preparar e comer (apenas 3 minutos e já está pronto 😉 ).

Delícias feitas com miojo

Todo mundo tem uma receita feita com miojo. É possível incluir carne, frango, peixe, queijo, verduras, saladas e o que mais sua imaginação permitir. É democrática e abrangente por excelência.

Incluir outros acompanhamentos com miojo potencializam o valor nutritivo. Deixa a receita com muito mais sabor, palatável e uma festa para os sentidos.

Como todos os alimentos, é necessário ter cuidado com o uso frequente. Este possui altas teor de sódio em sua composição, que podem prejudicam o funcionamento do organismo.

Pessoas em regime, devem evitar comer miojo, por reter bastante líquido. Deste modo, tomando alguns cuidados, é possível consumir a delícia sem preocupações. Celebremos o inventor do miojo, 365 dias por ano!

Via

Gostou? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *